Mundo encantado das poesias
Somos como um grão de areia espalhado pelo o mundo, separados apenas pelo os nossos ideais
CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
ContatoContato
LinksLinks
Perfil
 


Da janela do meu quarto os meus pensamentos tomam conta de todo o meu ser
Encontro-me sozinho debruçado na janela do meu quarto perdido e esquecido, viajo na minha imaginação e volto ao passado procurando uma explicação para disfarçar a minha triste ilusão que anseia o meu coração. Ao relembrar dos meus sonhos quando menino e da vida simples que vivia em que sentia a felicidade e a simplicidade no meu coração; e os anos foram se passando e vidas foram ficando para trás e na minha ilusão dos meus sonhos tornei um solitário por não entender o porque de tantas decepções sofridas. O progresso chegou novas tecnologias foram se criando e se renovando e nada em mim mudou, só o tempo passou.
Eu continuei sonhando sem sorte no amor disfarcei a minha felicidade em momentos de alegrias. Da janela do meu quarto tudo parece irreal é como que eu tentasse pegar uma estrela que vagueia sozinha em seu universo estrelar. Então fecho meus olhos e voltou a sonhar debruçado na janela do meu quarto e por alguns momentos deixo a vida terrena e os meus sonhos me fazem reviver o que deixei e o que não realizei e ao me desperta novamente para a realidade do mundo entro em conflito com o meu coração que se perdeu no caminho de um novo amanhã que me fizera sonhar.



Agradeço a todos  que  aqui vier me visitar!Desejo Paz, saúde e properidade a todos, obrigado.
Hilton Rubens