Mundo encantado das poesias
Somos como um grão de areia espalhado pelo o mundo, separados apenas pelo os nossos sonhos e ideais
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Contato Links
Textos
Caçadores de ilusões.

Nesse itinerante caminho, vive se vagando, abraçados de ideologias, massacrados em utopias no afago da mão que abraça pela a mesma que apedreja.

No sombrio cenário do horizonte não se ver mais clareza e não se tem mais a certeza.

Reveste-se de sonhos essa nebulosa estrada pendurando a esperança em quimeras descliminadas.

Desde o início cultivam a moratória da diciplina rescisória de forasteiros que constroem picadeiros maquiavélico, os senhores de colarinhos brancos obsecados pela ganância e pelo o poder, não importa a quem doer.

os gorvenantes ditam as regras, excluindo os da impunidade, uma ditadura falseada de democracia pela a conquista da soberania sem nenhuma descência e sem escrupulo que proriferam a aniquilação da população que vivem Iludidos acreditando na falsa democratização e vivem como caçadores de ilusões.

Sou brasileiro, não vivo de politicagem
corre em minhas veias o sangue do  sentimento nativista.

Não sou materialista, apenas um idealista em pró do bem geral dessa nação e de uma vida digna a população.

Tendo em vista que nada se leva deste mundo, apenas passa de mãos em mãos.







 
Hilton Rubens
Enviado por Hilton Rubens em 21/03/2021
Alterado em 21/03/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários