Mundo encantado das poesias
Somos como um grão de areia espalhado pelo o mundo, separados apenas pelo os nossos sonhos e ideais
Capa Meu Diário Textos Áudios Fotos Perfil Contato Links
Textos

A cada dia, um outro dia e o tempo não volta mais.

a sensatez  ficaram para trás, abre se um novo tempo em rebeldia e tudo se defaz.

Nada importa e não traz de volta  a velha maestria do bem sagrado; Que saga, o que fazer?, é uma agonia.

Andar pela a vida com a melancolia, nessa quebrada da escuridão, metamorfeseando em um talvez.

Em outra promessa que tudo, irá mudar, as palavras se perdem no falar.
O hoje é uma imitação do dia anterior;
A quem se pensa enganar?

A verdade é uma só e não se deve mentir.

Se o futuro é o pretérito, fato que não lhe traz mérito viver na descrença sem esperança.

Os coajuvantes da imperfeição moldam se os facínoras sem piedade sacrificam os pobres carentes dessa nação que medingam o pão, sobraram apenas migalhas a população. 

Porém os antagonistas viraram protagonistas, no futuro não se ver mais salvação só em Deus e em Jesus Cristo que nos dá a proteção. 

No passado ficaram a beleza do coração da velha realeza que tinha proeza e nobreza sem distinção.

O mundo velho sonhava com o novo e na metáfora da vida renasce a esperança de se mudar e voltar ao mundo velho de novo.


 
Hilton Rubens
Enviado por Hilton Rubens em 19/03/2021
Alterado em 19/03/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários